5 programas de fidelidade que geram valor ao consumidor

A fidelização do consumidor é uma prática atual necessária e conhecida por todos. O bom atendimento, produtos de qualidade, entregas pontuais já são consideradas regras básicas para qualquer loja ou empresa que quer se manter no mercado.

Se você quer passar à frente das concorrentes e realmente se destacar entre os consumidores, é preciso mais. Não adianta oferecer o mesmo que o seu concorrente oferece, pois um simples desconto oferecido pelo outro pode fazer com que, quem você considerava um cliente fiel, mude o seu local de compras. Por isso, uma boa ideia é apostar nos programas de fidelidade.

A sua empresa já tem um? Se tiver, está funcionando? As pessoas realmente voltam e trocam os pontos ou aproveitam o programa de fidelidade de alguma maneira? Saiba que se a maioria não aproveitar, é por que ele não está sendo eficaz. É hora de realizar alterações. Para ajudá-lo, separamos algumas ideias de programas de fidelizações que costumam dar resultados positivos. Confira as dicas.

 

Dicas de programa de fidelidade para o seu negócio

 

1) Sistema de Pontos Simples

Esse é um dos sistemas mais utilizados e costumam dar ótimos resultados. Os clientes que realizam uma compra ganham pontos que poderão ser trocados em recompensas. Elas podem ser desde um brinde até descontos na próxima compra. Os clientes costumam preferir a empresa para juntarem pontos e conquistarem a recompensa.

O erro que muitas cometem nesse sistema é deixar a troca confusa. Quando o cliente não entende o que acontece, acaba não se interessando e o trabalho de fidelização não funciona. Por exemplo, alguns locais colocam da seguinte maneira: dez pontos é igual a um real e quando chegar a vinte reais a pessoa ganha 50% de desconto em sua próxima compra nos mês de maio.

Viu quanta volta a pessoa teve que dar para tentar entender qual era a real vantagem? Isso faz com que ela desista do programa e não se interesse por ele. O melhor é fazer algo mais simples do tipo: “clientes que comprarem mais de 100 reais ganharão automaticamente 10 pontos que podem ser trocados na hora por 10% de desconto.”

2) Brindes

Fazer com que a pessoa se estimule a juntar muitos pontos para conquistar um prêmio grande é uma ótima maneira de deixá-la ligada ao programa e consequentemente à sua empresa. Para isso, o ideal é oferecer brindes menores, quando a pontuação for pequena e colocar um brinde grande e muito atrativo, quando a pontuação for grande. Isso se torna um desafio e faz com que a brincadeira fique divertida.

Como inspiração você pode usar o sistema de recompensas de algumas companhias aéreas. Elas possuem cartão bronze, prata, ouro e diamante. Quanto mais a pessoa voa pela companhia, mais vai subindo nessa escala de cartões e, quanto mais sobe, maior é a quantidade de milhagens que ganha, ou seja, mais descontos ou mais passagens ela terá.

3) Parcerias

Realizar parcerias com empresas que agregam valor ao seu produto é algo muito positivo para a sua marca, para o estabelecimento parceiro e para o cliente. Por exemplo, se você trabalha com ração para cães, seja parceiro de clínicas veterinárias e, através delas, oferece brindes ou descontos em seus produtos. Isso é positivo tanto para a loja que fará com que seus brindes sejam um atrativo, quanto para você que chamará o consumidor para comprar a sua marca. Pode fazer algo como: “na compra de 10 quilos de ração você ganha um pacote de ossinhos para cães”.

4) Jogo

Jogos são muito divertidos e atraem os clientes. Você pode fazer algo como: “quem gastar mais de R$ 50,00 pode sortear uma carta e levar o brinde que estiver nela”. Se for em um restaurante, o brinde pode ser uma sobremesa. Se for em uma loja, pode ser um brinco, e assim por diante. As pessoas acabam comprando um pouquinho a mais para poderem participar da brincadeira.

5) A fidelização pode vir com o produto

Se você possui um diferencial em seu produto, um programa de pontos se torna desnecessário. O atendimento inicial misturado à satisfação trazida pelo que foi comprado fideliza naturalmente o consumidor. A Apple é um exemplo disso. A pessoa sai tão satisfeita com o que adquiriu e sabe que está comprando o que há de melhor e mais inovador, que um programa de pontuação se torna dispensável. Se esse é o seu caso, capriche na sua primeira interação com o cliente. Esse será o melhor programa para você.

 

Gostou das nossas dicas? Você tem algum programa em sua empresa? Conte-nos sobre ele nos comentários!

 

Tudo sobre eventos de Premiação

Post a Comment